Um novo pólo criativo está a nascer no Campo de Santa Clara

DICAS
Samuel Alemão

Texto

URBANISMO

São Vicente

10 Setembro, 2015

20516499519_205c132982_o

Com a realização de uma festa aberta à comunidade, o próximo sábado (12 de Setembro) marca o início de uma nova vida para o Palácio Sinel de Cordes, no Campo de Santa Clara. Edificado no século XVIII e, desde 2012, convertido na residência da Trienal de Arquitectura de Lisboa, o imóvel passará também a funcionar como um pólo criativo, nascido da cooperação entre aquela organização e a Câmara Municipal de Lisboa. O edifício situado junto ao Panteão Nacional acolherá “projectos inovadores envolvidos na concepção, programação, prática e crítica da arquitectura e áreas criativas conexas”. Ou seja, mais uma forma de reflectir sobre a vida na cidade.

A autarquia, além da cedência do espaço, financiou a sua recuperação – processo que cumpriu agora a primeira etapa. Nesta fase, o pólo albergará cinco projectos – KWY, Caus, Angular, Warehouse e Multidão (Osso/Stress.fm) -, cujo trabalho poderá ser conhecido durante a festa deste sábado, denominada de Open Day. Do programa, a decorrer entre as as 15h e as 23h, fazem parte workshops de serigrafia, ateliers de fotografia, oficinas, leituras, conversas radiofónicas e um mercado de livros de arte e arquitectura. A inauguração deste centro criativo contará com a presença de Graça Fonseca, vereadora da Economia, Inovação e Educação.

MAIS DICAS

COMENTÁRIOS

Comentários

Deixe um comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Send this to a friend