Uber experimenta em Lisboa o seu sistema de viagens partilhadas de automóvel

ACTUALIDADE
Samuel Alemão

Texto

MOBILIDADE

Cidade de Lisboa

2 Novembro, 2016


Depois dos dias quentes de contestação por parte dos taxistas, a Uber mantém a sua forte estratégia de conquista do mercado. E acena com viagens mais baratas. Durante dez dias, a partir das 10 horas desta sexta-feira (4 de novembro), e até 13 de novembro (domingo), a empresa baseada na aplicação para smartphone começará a experimentar em Lisboa um sistema de viagens partilhadas, denominado de uberPOOL. Tal serviço, promete a multinacional, terá preços 25% mais económicos do que o UberX, a sua opção mais económica. Respondendo às críticas dos que a consideram um desincentivo ao uso do transporte público, a Uber diz, em comunicado, que com esta opção mostra estar empenhada “em levar a cabo a sua visão de um mundo onde as viagens são mais simples e económicas para todos, e onde as cidades se assemelham cada vez menos a um enorme parque de estacionamento”.

No novo serviço, o utilizador terá de selecionar o local de destino e de partida, tal como na restante oferta da empresa – sendo obrigatório indicar a morada de destino, que não poderá ser alterada até ao final da viagem. Depois, deverá escolher a opção uberPOOL na parte inferior do ecrã. A Uber explica que “antes de confirmar o pedido, é ainda possível conhecer o valor final da viagem, e indicar se o utilizador viaja sozinho ou acompanhado de uma pessoa”. De acordo com Rui Bento, director geral da Uber Portugal, citado pelo mesmo comunicado, “opções de viagem mais partilhadas, como o uberPOOL, podem contribuir para cidades menos congestionadas e mais sustentáveis, e em que viajar é mais simples e económico”.

Este novo serviço é usado em 33 cidades a nível mundial e a Uber garante que, graças a ele, só este ano, já foram feitos menos 502 milhões de quilómetros automóveis, representando uma diminuição na emissão de 23 milhões de litros de combustível e 55 mil toneladas de dióxido de carbono.

MAIS ACTUALIDADE

COMENTÁRIOS

  • BK Lisboa
    Responder

    RT @ocorvo_noticias: Uber experimenta em Lisboa o seu sistema de viagens partilhadas de automóvel – https://t.co/cmHS2D206O

  • utente
    Responder

    O que o corvo nao diz, neste texto de cariz publicitário, é que em média os preços da uber são mais caros que os de taxi (pois é pois é, e toda a gente a repetir em ignorância o contrário, porque será?). Isso sim era serviço informativo real e não publicidade encapotada.

    • O Corvo
      Responder

      Não há qualquer “publicidade encapotada”. O texto cita de forma clara um comunicado da Uber, não faz a apologia do que quer que seja. No Corvo, limitamo-nos a publicar o que tem relevância noticiosa. Obrigado. Cumprimentos.

      • utente
        Responder

        Se por publicidade se considerar acção de anunciar, divulgar e promover acriticamente determinado serviço ou produto (mesmo que não pago), não vejo como posso interpretar este “copy paste” do comunicado da uber.

        Já quanto à relevância noticiosa muito podia ser dito. Mas se acha que o mais relevante do dia lisboeta é o desconto de 25% do carpool da uber, então há muito pouco a dizer.

        Cumprimentos

        • O Corvo
          Responder

          O Corvo reitera o que escreveu no comentário precedente. Cumprimentos.

  • utente
    Responder

    “Quem muito reitera pouco se interroga.”
    Augustina Bessa Luís

    • O Corvo
      Responder

      É uma bela frase. Mas O Corvo não reiterou “muito”. Limitou-se a reiterar uma vez.

  • Paula Gomes
    Responder

    visto que não podem circular no BUS, quando houver congestionamento de transito o tarifário mantém-se?

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Send this to a friend