O ano de 2015 é marcado pelo ciclo de comemorações dos 500 anos da construção da Torre de Belém, o mais icónico monumento da capital portuguesa. A celebração dos cinco séculos culmina com a realização do congresso internacional “SPHERA MUNDI – Arte e Cultura no Tempo dos Descobrimentos”, a 13, 14 e 15 de Outubro. Mas aquela que se suporia tratar-se de uma ocasião especial para a promoção turística e cultural do país e da sua capital – a atravessar, nos últimos cinco anos, uma meteórica ascensão do número de visitantes e da actividade económica a eles dedicada– está muito longe de ser acompanhada por uma estratégia de comunicação digital à altura da importância simbólica da efeméride. A começar pelo mais básico, o sítio oficial do monumento. O mesmo encontra-se por actualizar, há mais de três anos e meio.

 

Quem fizer uma busca por Torre de Belém será encaminhado, em primeiro lugar, para o referido sítio (http://www.torrebelem.pt/), administrado pela Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC), dependente da Secretaria de Estado da Cultura. Aí chegados, percebe-se, através das “notícias” ali colocadas, que a última actualização do sítio terá acontecido a 5 de Setembro de 2011, pouco mais de dois meses após a tomada de posse do actual governo. Não há lá, por isso, qualquer referência ao início do ciclo comemorativo dos 500 anos daquela construção – edificada entre 1514 e 1519 -, embora exista uma ligação para o sítio da DGPC, esse devidamente actualizado. Neste portal, aliás, é possível encontrar uma notícia, publicada a 28 de Novembro de 2014, sobre os “500 anos da Torre de Belém, na qual se elenca o programa oficial das celebrações.

 

Juntamente com ela, é exibido o logótipo criado para a efeméride, o qual até já foi visto em cartazes alusivos à mesma colocados em mupis distribuídos pelas ruas de Lisboa, no início deste ano. Além disso, na mesma página é feita referência à realização do congresso internacional “SPHERA MUNDI – Arte e Cultura no Tempo dos Descobrimentos”, a ocorrer entre 13 e 15 de Outubro, no Centro Cultural de Belém, e ainda apresentada a ligação ao sítio criado de propósito para promover o encontro académico. Esse sítio, sim, é que tem direito a design actualizado e arejado e ainda a uma ligação à página de Facebook do Instituto de História da Arte (Artis) da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, responsável pela organização do Sphera Mundi. Menos sorte têm todas as pessoas que apenas pretendam obter informações actualizadas sobre a Torre de Belém.

 

 

Texto: Samuel Alemão

 

  • Tuga News
    Responder

    [O Corvo] Site da Torre de Belém por actualizar desde 2011, apesar da festa dos cinco séculos http://t.co/jM8YdQLB1a

  • charlene
    Responder

    si precisam de ajuda, eu estou aqui 😉

Deixe um comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com