Eliminar obstáculos dos passeios, como postes e sinais, que tornam mais difícil a circulação pedonal, e ainda remover sinais de trânsito redundantes, facilitando a vida aos automobilistas. São estes os objectivos das acções que têm vindo a ser realizadas, desde o início do ano, pelas Brigadas LX da Câmara Municipal de Lisboa. De acordo com a autarquia, “foram já realizadas, até ao momento, mais de meio milhar de ocorrências, que melhoraram a zona central da cidade”, com acções centradas, nesta primeira fase, nas freguesias de Avenidas Novas, Areeiro e Santa Maria Maior.

 

Para reforçar o simbolismo desta iniciativa, ao início da manhã (8h) desta quinta-feira (17 de Março), os funcionários das Brigadas LX vão retirar de alguns passeios da Baixa de Lisboa postes de fixação de sinalização vertical, “dando assim cumprimento à estratégia de atuação da Câmara Municipal de Lisboa para promover um espaço público acessível a todos”. A intervenção tem início no Rossio, junto ao Teatro Nacional Dona Maria II, e será diretamente acompanhada pela Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, e pelo Vereador da Mobilidade de Proximidade e Segurança, Carlos Manuel Castro.

 

A acção desta quinta-feira acontece pouco mais de um ano após o vereador do Urbanismo, Manuel Salgado, ter admitido publicamente a necessidade de intervir nesta matéria. “As nossas ruas estão pejadas de sinais e isso acaba por ser inconveniente para as pessoas que circulam nos passeios”, disse o autarca, num reunião descentralizada do executivo municipal, a 4 de Março de 2015, tendo prometido tomar medidas para contrariar este problema. E deu como exemplo a sinalização de protecção dos peões no atravessamento de ruas. A partir de agora, o desejável será que, “sempre que possível, a sinalização horizontal ou a sobrelevação das passadeiras seja suficiente para reduzir a velocidade dos carros sem que haja necessidade de colocar mais sinais”, disse Salgado, na altura.

 

Texto: Samuel Alemão          Fotografia: Câmara Municipal de Lisboa

 

  • Tuga News
    Responder

    [O Corvo] Sinalização que obstrói passeios está a ser retirada pela Câmara de Lisboa https://t.co/N3btYJ1L38 #lisboa

  • Tato Jorge Pacheco
    Responder

    No jardim Fernando Pessa (Jardim Roma) cortaram e deixaram aqueles “paus” com uns 90cm de altura…. e arestas perigosas na zona do corte. Merece uma reportagem.

  • Manecos Vila-Nova
    Responder

    Boa . Abençoados

  • Paulo Magalhães
    Responder

    E para quando a retirada dos carros, motos e bicicletas dos passeios ?

    • Carlos Viana
      Responder

      Estacionamento para carros há em todo o lado. Pode-me dizer onde há para bicicletas?

    • Antonio
      Responder

      É já a seguir. Assim que se correr com as pessoas normais, que trabalham oito horas, que têm filhos, que vivem sem grandes orçamentos nem grandes dificuldades, já não haverá carros nem motos em Lisboa, nem nos passeios nem fora deles. Quanto às bicicletas, podem fazer como quiserem; a maioria serve para passear as licras ao fim‑de‑semana.

    • Filipe Teixeira
      Responder

      Tirar os carros do passeio sem qualquer duvida. Motas, ok. Agora bicicletas? Só pode estar a brincar. Há de me dizer onde é que na holanda se deixam as bicicletas estacionadas…

  • O Corvo
    Responder

    Tem razão Isabel. Pedimos desculpas aos nossos leitores pelo indesculpável erro. Está corrigido. Obrigado!

  • Armando Viegas Lopes Lopes
    Responder

    Com tantos postes de sinaluzacao nos passeios, ate parece que nao ha invisuais.

  • Jorge Janela
    Responder

    E quando retiram os pilaretes?

    • Filipe Teixeira
      Responder

      Para quê? Para puder estacionar o seu pópó à vontade em cima do passeio, que por acaso deverá ocupar cerca de 200 vezes mais espaço que um pilarete?

  • Paulo Ferreira
    Responder

    Finalmente. Já agora retirem também o “mobiliário urbano” que também impede a passagem de pessoas, carrinhos de… https://t.co/MmPIw6c3CE

  • Jorge Pereirinha Pires
    Responder

    obstrui…

    • O Corvo
      Responder

      Obrigado. Já tinha sido corrigido. O problema é que não se consegue fazer o mesmo na página do FB do Corvo.

  • Ilidio Alves
    Responder

    Ó Corvo, uma pergunta???? Tenho 59 anos e, que me lembre, nunca vi a Praça do Areeiro sem obras. Parece que acabaram, mas haverá lá guerra? ?????
    Se não há, parece.

  • Luís Joyce Chalupa
    Responder

    Obstrói??????????????????????

    • O Corvo
      Responder

      Já tinha sido corrigido, Luís. Infelizmente, não se consegue fazer o mesmo na página do FB. Obrigado.

  • Luis Filipe Monteiro
    Responder

    Sinalização que obstrói passeios está a ser retirada pela Câmara de Lisboa | O Corvo | sítio de… https://t.co/QI47JR66RR

  • Blog Menos Um Carro
    Responder

    Os passeios lisboeta – que já são bem estreitos à partida – servem para depositar tudo e mais alguma coisa. MUPIs… https://t.co/K0PYShgMzI

  • Carlos Viana
    Responder

    Só falta retirar os carros que infestam os passeios…

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com