Onde a Avenida Rio de Janeiro desemboca na dos Estados Unidos da América, as demoradas obras de repavimentação, ainda em curso, criaram uma situação no mínimo ridícula, perigosa para os peões e reveladora de pouca coordenação entre serviços municipais. O passeio foi alargado, cobrindo um desvio para os lados da Av. de Roma, mas o semáforo que regia esse troço de estrada foi deixado no mesmo sítio, havendo apenas o pudor de lhe tapar as luzes com uma placa preta. A obra que deixa ali este sinal terceiromundista faz parte do pacote de pavimentação de 150 ruas de Lisboa em que a Câmara Municipal de Lisboa vai aplicar 25 milhões de euros até 2017.

 

Texto: Francisco Neves

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografias & Fotografia

Paula Ferreira
Fotografía

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa