A 19 de Março de 2008, nascia a Associação Renovar a Mouraria (ARM). Era a institucionalização de um sonho. Um grupo de amigos escolhia para viver o bairro e decidia resgatá-lo do esquecimento. Após reuniões em casa uns dos outros, criam um movimento. Entre o final de 2007 e o início de 2008, o Renovar a Mouraria sai em ronda pelo bairro, recolhendo assinaturas, em simultâneo com actividades musicais e gastronómicas. Surgia, assim, um dos pilares do processo de regeneração do histórico bairro, situado no coração da cidade, ali mesmo junto à Baixa.

Ao longo destes seis anos, os imigrantes têm sido quem mais procura a associação. Os portugueses são, apesar de tudo, mais renitentes. Isto porque, diz Inês Andrade, dirigente da associação, “têm sido vítimas de promessas não esquecidas, de políticas vãs”. O que não sucede com os estrangeiros, chegados ao bairro há muito menos tempo. Apesar disso, o conjunto dos moradores já tem uma atitude substancialmente diferente face à associação, participando sobretudo nos eventos de rua.

A diversidade de actividades surgidas, ao longo destes anos, em volta do bairro acabou por atrair pessoas de outras realidades para uma “nova Mouraria”. Isto porque, em paralelo, estavam a decorrer os processos de reabilitação dos vizinhos Martim Moniz e Intendente. Um tecido urbano vai-se regenerando.

A construção desta realidade, contudo, não é consensual. Os comerciantes do bairro, por exemplo, têm opiniões divergentes sobre o assunto.

Em Dezembro de 2012, a Associação Renovar a Mouraria inaugurou a sua casa comunitária, a Mouradia. Localizada no Beco do Rosendo, é a base da instituição, na qual se desenvolvem a maioria das actividades, funcionando também como um ponto de encontro de pessoas, de etnias, de grupos sociais, de diferentes idades e de diferentes vontades. No fundo, é a cara da associação, cuja actividade mais simbólica, e prova da transversalidade da sua acção, são os cursos de português para estrangeiros, sempre bastante participados.

Este ano, estão previstas obras de reabilitação dos contíguos edifícios 4 e 6, a construção do forno e da churrasqueira para uso comunitário, o palco e ainda intervenções de luz.

O Mercadinho do Beco decorre no último sábado de cada mês e pretende angariar fundos para obras na Casa Comunitária e área envolvente. Com a reconstrução da calçada, o reabilitação de corrimões, um parque para bicicletas e carrinhos de bebé, a associação reforça a sua actividade.

O aniversário é amanhã, mas a festa da Associação realiza-se a 22 de Março, no próximo sábado.

Ver o trabalho completo em:

http://sandraijoliveira.weebly.com/

Texto e multimédia: Sandra Isabel Oliveira

* Trabalho realizado no âmbito do ateliê de Jornalismo Digital do Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas (Cenjor)

 

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com