A Câmara Municipal de Lisboa (CML) está a preparar a construção de um conjunto de quatro novos sistemas de apoio aos percursos pedonais de ligação ao Castelo de São Jorge. O projecto foi confirmado pelo vereador do Urbanismo, Manuel Salgado, no início da reunião pública de executivo, na tarde desta quarta-feira (23 de Julho). O investimento, cujo valor total está ainda por anunciar, prevê dois elevadores, um funicular e umas escadas rolantes.

 

Os novos sistemas mecânicos de apoio na subida da colina do castelo assegurarão as ligações Martim Moniz-Castelo, Alta Mouraria-Graça, Alfama-Castelo e Campo das Cebolas-Castelo. Os meios a implementar destinam-se, sobretudo, ao uso dos turistas- embora se revelem também úteis para uma população residente muito envelhecida – e juntam-se ao sistema de ligação Baixa-Castelo, inaugurado quase há um ano – que é usado por 60 mil pessoas por mês e foi recentemente distinguido por um prémio internacional de arquitectura.

 

“Temos os estudos prévios feitos e estão a ser desenvolvidos os projectos de execução para tentar que, no início do próximo ano, se lancem as hasta públicas para a realização destes trabalhos”, anunciou o vereador, durante a apresentação de um relatório em que se faz um balanço do trabalho de reabilitação urbana desenvolvido nos últimos anos (entre 2008 e 2013) pela autarquia. Depois de enumerar o que foi feito neste campo, Manuel Salgado anunciou o que está planeado fazer. E entre os objectivos a cumprir está “aumentar a rede de percursos pedonais assistidos ao Castelo”. Ao que António Costa, presidente da câmara, salientou que um deles já está em execução.

 

Trata-se daquele que a assegurará a ligação entre Alfama e o Castelo de São Jorge. “O projecto está em curso e é muito importante”, concordou Salgado. Trata-se de um edifício em construção na Rua Norberto Araújo, que terá um elevador que vai ligar o futuro terminal de cruzeiros de Lisboa ao topo da colina. O ponto de partida do percurso que utilizará esta ligação mecânica ficará perto da estação de metro de Santa Apolónia. “O princípio usado na definição destes trajectos foi sempre o de fazer a articulação com estações de metropolitano e parques de estacionamento já existentes”, explicou o vereador do Urbanismo.

 

As soluções técnicas encontradas para cada um dos novos sistemas de acesso ao castelo serão diferentes. Os elevadores serão utilizados em dois deles. Um é o referido na ligação a partir de Alfama, o outro será o do percurso a implementar a partir do Campo das Cebolas. Este sistema far-se-á através da instalação de um meio mecânico a instalar nas traseiras da Fundação Saramago e que a permitirá a ligação através a Sé de Lisboa.

 

A ligação entre o Martim Moniz e o Castelo deverá ser assegurada através das Escadinhas da Senhora da Saúde pela instalação de umas escadas rolantes. Já a ligação entre a zona alta do bairro da Mouraria e o bairro da Graça será concretizada, segundo Manuel Salgado, “através de uma proposta de um funicular”. O vereador não adiantou, todavia, mais detalhes sobre este conjunto de projectos, nomeadamente no que se refere ao seu custo e financiamento.

 

Texto: Samuel Alemão

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com