Ajuda

Câmara de Lisboa não sabe quantas das suas casas estão ocupadas ilegalmente

Câmara de Lisboa não sabe quantas das suas casas estão ocupadas ilegalmente

O número de famílias a viver ilegalmente em casas municipais em Lisboa é desconhecido e até a câmara não sabe ao certo quantas das suas habitações estão ocupadas de forma abusiva. Por isso, a autarquia está a fazer um levantamento da situação ...
/
half_page

Urbanismo

Ajuda

Câmara de Lisboa não sabe quantas das suas casas estão ocupadas ilegalmente

Câmara de Lisboa não sabe quantas das suas casas estão ocupadas ilegalmente

O número de famílias a viver ilegalmente em casas municipais em Lisboa é desconhecido e até a câmara não sabe ao certo quantas das suas habitações estão ocupadas de forma abusiva. Por isso, a autarquia está a fazer um levantamento da situação.
/
Luta solitária de homem para não ser despejado de prédio em Arroios vai “até ao fim”

Luta solitária de homem para não ser despejado de prédio em Arroios vai “até ao fim”

Único ocupante do prédio situado no 17 da Rua Cidade de Cardiff, em Arroios, recusa-se a sair do apartamento onde sempre viveu. Desempregado e em depressão profunda, diz-se vítima da especulação imobiliária e do que considera ser a falha da Câmara de Lisboa em impôr obras coercivas.
/
É oficial: antigo Cinema Paris vai mesmo ser demolido e dar lugar a novo edifício

É oficial: antigo Cinema Paris vai mesmo ser demolido e dar lugar a novo edifício

Vereador Manuel Salgado diz que destino da antiga sala de espectáculos será mesmo a demolição, pois, considera, “do ponto de vista arquitectónico não é propriamente um edifício com grande valor”.
/
Obras do elevador da Sé de Lisboa paradas há um ano e meio e sem data prevista de recomeço

Obras do elevador da Sé de Lisboa paradas há um ano e meio e sem data prevista de recomeço

O elevador que vai ligar o Campo das Cebolas à Sé de Lisboa deveria ter sido concluído no Verão de 2017, mas a obra parou cinco meses depois de começar. Os estabelecimentos de restauração das redondezas queixam-se do desleixo e da insalubridade nascidos à volta do estaleiro.
/
Queixas dos vizinhos são a forma “mais eficaz” de fiscalizar obras, reconhece Câmara de Lisboa

Queixas dos vizinhos são a forma “mais eficaz” de fiscalizar obras, reconhece Câmara de Lisboa

Autarquia diz não ter meios suficientes. Garante, por isso, que a melhor a forma de realizar a fiscalização das imensas obras em prédios de habitação em curso na cidade é a denúncia aos serviços da autarquia por parte dos vizinhos queixosos.
/
Há cada vez mais gente a sentir-se empurrada da Madragoa para dar lugar a turistas

Há cada vez mais gente a sentir-se empurrada da Madragoa para dar lugar a turistas

Vítima da sua atractividade, o bairro típico tem vindo a ser alvo de enorme procura por parte dos que ali vislumbram boas oportunidades imobiliárias. A cada esquina, multiplicam-se as estórias de alguém forçado a sair da sua casa ou de ressentimento contra os “hósteis”.
/
Depois da polémica, requalificação do Bairro das Estacas avança com acompanhamento de Ribeiro Telles

Depois da polémica, requalificação do Bairro das Estacas avança com acompanhamento de Ribeiro Telles

A necessidade de preservar o projecto de Gonçalo Ribeiro Telles na reabilitação do espaço público do bairro levou a Junta de Alvalade a chegar a acordo com a Ordem dos Arquitectos. O ateliê do arquitecto acompanhará as obras. Mas há moradores que continuam desconfiados e temem alterações nos jardins e no parque infantil.
/
Medina aponta Beato como futura montra de criatividade, modernidade e cosmopolitismo de Lisboa

Medina aponta Beato como futura montra de criatividade, modernidade e cosmopolitismo de Lisboa

Na apresentação do projecto de Browers Beato, promovido pela cervejeira Super Bock na antiga "central eléctrica", e com a ajuda do arquitecto Eduardo Souto Moura, o presidente da Câmara de Lisboa manifestou a sua crença no surgimento de uma nova dinâmica na zona oriental da capital.
/
Associação São João de Deus poderá ser despejada e deixar 90 crianças sem creche e pré-escolar

Associação São João de Deus poderá ser despejada e deixar 90 crianças sem creche e pré-escolar

Instituição poderá estar na iminência de ser despejada do edifício que ocupa desde a fundação, há 42 anos. Tudo porque os herdeiros do anterior senhorio querem vender o imóvel. A Câmara de Lisboa diz estar a acompanhar a situação e já reconheceu o estatuto de interesse social local da associação.
/
Loading...

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com