URBANISMO

Sem utilização desde a Expo’98, Torre Galp vê a sua estabilidade ser avaliada

Sem utilização desde a Expo’98, Torre Galp vê a sua estabilidade ser avaliada

Oito décadas passadas sobre a construção e um par delas sobre a última vez que teve uso, a antiga Torre da Galp, no Parque das Nações, poderá vir a ganhar nova vida. Que até poderá passar pela transformação do topo num miradouro. Mas, antes que isso possa acontecer, terão de ser conhecidos os resultados da avaliação que a Câmara Municipal de Lisboa (CML) mandou fazer à estabilidade e às condições de segurança da estrutura, bem como os custos de uma eventual requalificação ...
/
half_page_bw

Urbanismo

banner_barra_990x200

URBANISMO

Sem utilização desde a Expo’98, Torre Galp vê a sua estabilidade ser avaliada

Sem utilização desde a Expo’98, Torre Galp vê a sua estabilidade ser avaliada

Oito décadas passadas sobre a construção e um par delas sobre a última vez que teve uso, a antiga Torre da Galp, no Parque das Nações, poderá vir a ganhar nova vida. Que até poderá passar pela transformação do topo num miradouro. Mas, antes que isso possa acontecer, terão de ser conhecidos os resultados da avaliação que a Câmara Municipal de Lisboa (CML) mandou fazer à estabilidade e às condições de segurança da estrutura, bem como os custos de uma eventual requalificação.
/
Polémico projecto imobiliário de luxo previsto para a Damasceno Monteiro, na Graça, será viabilizado pelo PSD

Polémico projecto imobiliário de luxo previsto para a Damasceno Monteiro, na Graça, será viabilizado pelo PSD

Em Dezembro passado, CDS, PCP e BE garantiram que votariam contra o projecto imobiliário Terraços do Monte e a decisão final ficou, então, nas mãos do PSD, que estaria indeciso na apreciação do mesmo. Agora, o vereador laranja João Pedro Costa avança a O Corvo que o seu sentido de voto será positivo. Segundo um estudo geológico favorável à construção, não haverá deslizamento dos terrenos.
/
Apesar de confirmar a colocação da vedação, Medina nega que a sua intenção seja privatizar o Adamastor

Apesar de confirmar a colocação da vedação, Medina nega que a sua intenção seja privatizar o Adamastor

A Câmara Municipal de Lisboa apresentou, durante a noite desta quarta-feira (13 de Fevereiro), o projecto de requalificação do Jardim de Santa Catarina, também conhecido como Miradouro de Adamastor. A sessão, ocorrida no Liceu Passos Manuel e aberta ao público, contou com a presença do presidente da autarquia, Fernando Medina, e terminou num acalorado deabte. "Não assumo qualquer sentido de orientação para o processo que não seja para o bem-estar dos moradores”, disse Medina, ante a contestação vinda da assistência ao projecto de vedação do espaço público.
/
Comerciantes das avenidas D. Carlos I e 24 de Julho apreensivos com impacto das obras da Linha Circular do metro

Comerciantes das avenidas D. Carlos I e 24 de Julho apreensivos com impacto das obras da Linha Circular do metro

A construção das duas novas estações do Metro de Lisboa, Santos e Estrela, arranca até ao final deste ano. As obras à superfície, entre a Avenida D. Carlos I e o Cais do Sodré, inevitavelmente alterarão as rotinas na zona, deixando preocupados os comerciantes. Alguns temem perder clientes com o início dos trabalhos. O ruído e o pó da empreitada poderão ser um problema, mas a maior preocupação é, contudo, o possível incumprimento dos prazo, como acontece no Areeiro e em Arroios.
/
Apesar de planeada há anos, construção de uma biblioteca municipal “a sério” em Benfica continua sem data definida

Apesar de planeada há anos, construção de uma biblioteca municipal “a sério” em Benfica continua sem data definida

A construção da Biblioteca Municipal de Benfica deverá continuar a arrastar-se no tempo e, neste momento, nem é certo que o investimento se venha a realizar nos próximos anos. É a própria Câmara Municipal de Lisboa (CML) quem o assume agora. Até porque está ainda por definir qual a melhor solução: aproveitar as instalações do Estado anexas ao Palácio Baldaya, o centro cultural da freguesia inaugurado em 2017, ou construir um equipamento de raiz no espaço da urbanização em curso no recinto da antiga Fábrica Simões, como há anos se prevê.
/
Projecto dos contentores no Martim Moniz será, afinal, submetido a um período de discussão pública

Projecto dos contentores no Martim Moniz será, afinal, submetido a um período de discussão pública

Já com a praça vedada por tapumes e, por trás deles, com os trabalhos de colocação de infra-estruturas no subsolo do espaço público em curso, fica agora assente que o projecto final de requalificação do Martim Moniz terá um período de discussão pública antes da sua aprovação em reunião de câmara. O procedimento foi aprovado, na tarde desta terça-feira (5 de Fevereiro), pela Assembleia Municipal de Lisboa (AML), ao votar-se por unanimidade uma recomendação do CDS-PP, na qual se apela à Câmara de Lisboa que adopte uma atitude mais clara e transparente em todo o processo.
/
Medina acusa Junta de Freguesia de Santa Maria Maior de fazer uma má gestão da Praça da Figueira

Medina acusa Junta de Freguesia de Santa Maria Maior de fazer uma má gestão da Praça da Figueira

A frequente utilização do espaço público para actividades comerciais tem sido alvo de contestação por moradores, mas também por autarcas. Na última reunião camarária, foi a vez do presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Fernando Medina (PS), criticar as opções da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, acusando-a de não ser um bom exemplo na gestão da Praça da Figueira. Coelho diz não comentar reuniões camarárias e desconhecer eventuais projectos para aquela zona da cidade.
/
Empurrados por programa de renda acessível, lojistas de São Lázaro acusam Câmara de Lisboa de fugir ao diálogo

Empurrados por programa de renda acessível, lojistas de São Lázaro acusam Câmara de Lisboa de fugir ao diálogo

Os lojistas da Rua de São Lázaro não têm um dia de descanso há quase um ano. O senhorio dos espaços comerciais, a Câmara Municipal de Lisboa (CML), informou-os de que teriam de abandonar os estabelecimentos, em Abril do ano passado, para estes darem lugar a habitação do Programa Renda Acessível (PRA). Desde então, os comerciantes têm feito tudo para permanecerem nos armazéns de revenda, onde muitos estão há dezenas de anos. Mas a luta tem sido penosa. Acusam de Fernando Medina de não cumprir com a promessa de diálogo.
/
Bloco de Esquerda promete chumbar proposta de vedação no Adamastor e poderá assim travar projecto da câmara

Bloco de Esquerda promete chumbar proposta de vedação no Adamastor e poderá assim travar projecto da câmara

O plano de requalificação do Miradouro de Santa Catarina tem sido muito contestado por utilizadores do espaço, mas também por todos os partidos da vereação, à excepção do PS. O vereador dos Direitos Sociais, Manuel Grilo (BE), promete agora chumbar a proposta de colocação da vedação. Tal decisão significa que, se o projecto for também votado negativamente por todos os vereadores da oposição, em conformidade com a vontade já expressa, não avançará.
/
Loading...

Historial Ambiente

[/vc_wp_text]

AMBIENTE

Telheiras vai ter pólo de troca de materiais e ferramentas e aposta na sustentabilidade ambiental

Telheiras vai ter pólo de troca de materiais e ferramentas e aposta na sustentabilidade ambiental

O bairro foi um dos seis bairros escolhidos, entre 72 a nível mundial, para desenvolver um projecto-piloto do programa “Municipalities in Transition”, da associação Transition Network. O que significa receber apoio financeiro para levar por diante iniciativas baseadas na sustentabilidade. Entre as acções a adoptar contam-se a criação de um centro de recursos, onde se poderá requisitar um vermicompostor, compostor com minhocas, ou um dispositivo para medir os consumos energéticos em casa ...
/
Vai nascer um corredor verde entre a Praça de Espanha e a Avenida Duque D’Ávila até ao final de 2020

Vai nascer um corredor verde entre a Praça de Espanha e a Avenida Duque D’Ávila até ao final de 2020

A Praça de Espanha vai transformar-se numa ampla área verde, que terá ligação directa com os jardins da Gulbenkian. Estes serão ainda ampliados até à Avenida Duque de Ávila, libertando-se um espaço até agora vedado ao público. O presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Fernando Medina, diz que “haverá poucos projectos na cidade que reunam estas características”. E garante ainda que este é “o projecto mais verde” do Uma Praça em Cada Bairro. A nova Praça de Espanha terá mais árvores, uma bacia de retenção de água, uma ciclovia e um novo corredor para a circulação de autocarros. ...
/
Quando as lojas instaladas no rés-do-chão incomodam os vizinhos de cima

Quando as lojas instaladas no rés-do-chão incomodam os vizinhos de cima

Em Lisboa, é difícil não encontrar alguém que não se sinta incomodado com o cheiro, o fumo, o barulho e outros transtornos oriundos dos estabelecimentos comerciais instalados no rés-do-chão dos prédios de habitação. Quem está em casa, durante o dia, lamenta não conseguir trabalhar ou descansar. E, à noite, as queixas começam a subir de tom. As denúncias chegam de todas as partes da cidade. E, quase sempre, critica-se a falta de capacidade da polícia para resolver o problema ...
/
Avenida da Liberdade e Baixa deverão ser encerradas ao trânsito automóvel, pede Assembleia Municipal de Lisboa

Avenida da Liberdade e Baixa deverão ser encerradas ao trânsito automóvel, pede Assembleia Municipal de Lisboa

Os eleitos da Assembleia Municipal de Lisboa (AML) votaram, esta terça-feira (22 de Janeiro), uma recomendação em que se pede à câmara da capital que estude a adopção de “medidas drásticas de redução do tráfego no Eixo Avenida da Liberdade/Baixa, nomeadamente o encerramento ao trânsito e a transformação da zona num espaço pedonal e ciclável”. E pretende-se que a Polícia Municipal multe mesmo quem não cumpra as limitações impostas pelas Zonas de Emissões Reduzidas (ZER) ...
/
Moradores de Marvila querem zonas verdes nos descampados do bairro em vez de prédios de renda acessível

Moradores de Marvila querem zonas verdes nos descampados do bairro em vez de prédios de renda acessível

Os habitantes dos bairros Marquês de Abrantes e Alfinetes, em Marvila, submeteram, no mês passado, uma proposta ao Orçamento Participativo (OP) de Lisboa para a criação de uma zona verde. E sugeriram que o novo espaço de lazer, um desejo muito antigo dos moradores, surja no descampado junto à biblioteca municipal. Mas a Câmara de Lisboa quer ali construir prédios do Programa Renda Acessível (PRA). ...
/
Há juntas de Lisboa que dizem não ter meios para fiscalizar novas regras e multar quem atira lixo para o chão

Há juntas de Lisboa que dizem não ter meios para fiscalizar novas regras e multar quem atira lixo para o chão

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) vai transferir 10 milhões de euros para as juntas de freguesia reforçarem os serviços de limpeza. A distribuição das verbas será feita em função da pressão turística de cada zona, mas algumas autarquias consideram o critério insuficiente e injusto. A cobrança de multas, nova competência das juntas, é, porém, a novidade menos consensual. Diversos autarcas dizem não ter forma de aplicar a medida ...
/
Renovar a Mouraria quer pôr um dos bairros mais típicos da cidade a compostar e a criar hortas domésticas

Renovar a Mouraria quer pôr um dos bairros mais típicos da cidade a compostar e a criar hortas domésticas

A associação que revitalizou o bairro da Mouraria, na última década, tem uma nova loja-oficina com todos os materiais necessários para quem quiser fazer hortas urbanas ou jardins domésticos. No espaço onde já funcionou um café-restaurante, cabem ainda loiças biodegradáveis, produtos feitos a partir de materiais reutilizáveis, um espaço de trocas de artigos usados, escovas de dentes de bambu, entre outros produtos amigos do ambiente ...
/
Medina anuncia revolução na higiene urbana,  dá 10 milhões às juntas e endurece multas para incumpridores

Medina anuncia revolução na higiene urbana, dá 10 milhões às juntas e endurece multas para incumpridores

Quem atirar lixo ao chão poderá pagar uma coima entre 150 e 1500 euros, um valor que aumenta para o dobro para os estabelecimentos de restauração. Os infractores podem ficar impossibilitados, durante dois anos, de receber qualquer apoio institucional do município e de se candidatarem a concursos públicos municipais. Serão ainda contratados 300 cantoneiros, em 2019 ...
/
Loading...

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografias & Fotografia

Paula Ferreira
Fotografía

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com