Uma placa alusiva às últimas vítimas da extinta Polícia Internacional e de Defesa do Estado (PIDE) que foi retirada de um condomínio erguido na antiga sede da organização, na Rua António Maria Cardoso, vai ser recolocada pela Câmara de Lisboa nos próximos dias.

 

A informação foi dada, esta terça-feira, na Assembleia Muncipal de Lisboa, pela vereadora da Cultura, Catarina Vaz Pinto, que respondia a uma pergunta do deputado Ricardo Robles, do Bloco de Esquerda (BE).

 

O deputado municipal deu conta da remoção, dizendo que “quem quer vender vistas para o rio e casas de banho em mármore quer esconder que se praticaram crimes” naquele local.

 

Catarina Vaz Pinto respondeu-lhe que a Câmara foi informada do desaparecimento na sexta-feira e que, segundo condóminos contactados, teria sido roubada, suspeita já comunicada à Polícia Judiciária. O executivo camarário – acrescentou – está a tratar da recolocação de placa igual, o que deverá acontecer “nos próximos 15 dias”.

 

Na parede da antiga sede da polícia política fascista, onde está um condomínio, já existe uma placa municipal em metal registando o anterior inquilino e os disparos mortais dos seus agentes na tarde de 25 de Abril de 1974.

 

A  placa desaparecida, em pedra e mais pequena, colocada por particulares em 1980, nomeava as quatro vítimas desse dia: Fernando Gesteira, José Barneto, Fernando dos Reis e José Arruda. Segundo a interpelação do BE, esta evocação fora dali removida em 2009 e, após protestos, recolocada pelo empreiteiro no ano seguinte.

 

 

Texto: Francisco Neves

  • pedron
    Responder

    RT @ocorvo_noticias: Placa vai voltar à antiga sede da PIDE – http://t.co/T9HuqWLNgf

  • Bloco em Lisboa
    Responder

    Ontem na Assembleia Municipal de Lisboa, o Bloco de Esquerda entregou um requerimento para que a CML se pronuncie… http://t.co/sjtlKDpTvC

  • Nuno Serrano
    Responder

    RT @blocolx: Ontem na Assembleia Municipal de Lisboa, o Bloco de Esquerda entregou um requerimento para que a CML se pronuncie… http://t.…

  • MovV.org
    Responder

    Placa vai voltar à antiga sede da PIDE http://t.co/FBsi9UY2Li

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com