Pela primeira vez Orçamento Participativo de Lisboa ultrapassou os 50 mil votos

ACTUALIDADE
Samuel Alemão

Texto

VIDA NA CIDADE

Cidade de Lisboa

21 Novembro, 2016


Terminou neste domingo (20 de novembro) a votação no Orçamento Participativo (OP) de Lisboa 2016-2017, com um novo recorde de participação popular. Pela primeira vez, foi ultrapassada a marca dos 50 mil votos, apesar da edição deste ano até ter sido a segunda que menos projectos apresentava a sufrágio, com 181 no total – apenas a edição inaugural do OP, realizada em 2008, teve menos projectos colocados a apreciação, com as 89 propostas daquele ano a mereceram 2.802 votos. À meia-noite do último dia da consulta popular deste ano, iniciada a 15 de Outubro, registavam-se 51.340 votos. Os vencedores serão anunciados a 28 de novembro, pelas 18h30, no salão nobre dos Paços do Concelho – ficar-se-á então a saber como serão distribuídos os 2,5 milhões de euros para a concretização das propostas cidadãs.

Com este número de votos, manteve-se a tradição de, em cada nova edição, a participação ser sempre maior do que a verificada na anterior. Em 2015, haviam sido validados 42.130 votos em 189 projectos, e em 2014, tinham sido 36.032 votos em 211 projectos. Tal como nos anos anteriores, os cidadãos, moradores ou não na cidade, puderam demonstrar a sua preferência – sobretudo através da internet e de sms – em duas categorias distintas: uma referente a projectos considerados estruturantes para a cidade, de valor até 500.000€; outra para projectos de interesse mais localizado, de valor até 150.000€. Por regra, tal significa um a dois projectos escolhidos na categoria principal e cerca de uma dúzia na segunda.

MAIS ACTUALIDADE

COMENTÁRIOS

  • Bloco em Lisboa
    Responder

    Terminou este domingo a votação no Orçamento Participativo de Lisboa para 2016-2017 com um novo recorde de… https://t.co/8b7vKaeGET

  • Miguel Araújo
    Responder

    RT @blocolx: Terminou este domingo a votação no Orçamento Participativo de Lisboa para 2016-2017 com um novo recorde de… https://t.co/8b7…

  • Carlos Maciel
    Responder

    Pela primeira vez Orçamento Participativo de Lisboa ultrapassou os 50 mil votos https://t.co/wNIbsgQ3ZY

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Send this to a friend