As barreiras linguísticas podem sempre ser ultrapassadas. E as culturais também. Basta haver vontade. Foi com isso em mente que a Junta de Freguesia de Santa Justa decidiu afixar, há poucos dias, um anúncio bilingue, em português e em cantonês – variante regional do chinês -, apelando à não colocação de lixo no chão, junto a um edifício da Rua da Palma. A mensagem é dirigida, em especial, aos membros daquela comunidade que são residentes na zona. Eles têm sido alvo de queixas por, alegadamente, não cumprirem com algumas regras de civismo e higiene urbana.

 

“Quem me alertou para a situação foram os responsáveis do balcão do Banco Espírito Santo (BES), queixando-se de que lhes estavam constantemente a depositar lixo à porta”, diz ao Corvo o presidente da junta, Manuel Luís de Sousa Medeiros, que também acumula os pelouros da higiene e espaço público. “Fui investigar eu mesmo e percebi que eram moradores chineses”, conta. Por isso, pediu ajuda a uma pessoa, que habitualmente faz a tradução dos requerimentos e demais burocracias dos imigrantes chineses para a junta de freguesia, para lhe redigir este aviso. O autarca espera que, agora, a mensagem de urbanidade seja lida e cumprida.

 

Texto e fotografia: Samuel Alemão

Comentários
  • Paulo Duque
    Responder

    E que tal fazer cumprir a lei.a Policia neste país é uma comedia.Tristeza

Deixe um comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com