Obras no Jardim Botânico só em meados de 2015

ACTUALIDADE
Fernanda Ribeiro

Texto

AMBIENTE

Santo António

12 Novembro, 2014

Um ano depois de ter saído vencedor do Orçamento Participativo de 2013, através de um projecto no valor de 500 mil euros que prevê a sua reabilitação, as “boas notícias” anunciadas, nesta terça-feira, pela Câmara Municipal de Lisboa para o Jardim Botânico consistem no previsível lançamento, no início de 2015, do concurso para a realização das obras naquele monumento nacional.

Mau grado a demora no processo, em que ao longo de um ano nada aconteceu no terreno, no entender do vereador José Sá Fernandes, com pelouro da Estrutura Verde, “há boas notícias para o Jardim Botânico”.


“O projecto para recuperação dos lagos, da cisterna e de alguns caminhos da água está quase a ser finalizado, devendo ficar completo em Janeiro/Fevereiro, após o que se procederá ao lançamento do concurso” para a realização das obras, disse Sá Fernandes, perante a Assembleia Municipal de Lisboa, respondendo à questão colocada pela deputada municipal Cláudia Madeira, do Partido Ecologista Os Verdes (PEV).

A confirmar-se o lançamento do concurso no primeiro trimestre de 2015, as obras não começarão antes de meados do ano e só em 2016 estarão, eventualmente, concluídas.

Outras questão relativas ao Jardim Botânico, igualmente colocadas pela deputada do PEV, ficaram, porém, sem resposta: “Para quando se prevê que esteja pronto o Plano de Salvaguarda do Jardim? E para quando está previsto o pagamento do subsídio anual que a Câmara Municipal de Lisboa atribuiu ao Jardim Botânico, para manutenção?”.

“O Plano de Salvaguarda está a ser elaborado”, disse apenas o vereador Sá Fernandes, que não se pronunciou sobre o pagamento do subsídio acordado.

MAIS ACTUALIDADE

COMENTÁRIOS

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografias & Fotografia

Paula Ferreira
Fotografía

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Send this to a friend