corvo_feira_livro2

 

Regressa às livraria um dos livros mais importantes de Maria Teresa Horta.

 

Texto : Rui Lagartinho        Ilustração: Sofia Morais

 

Minha Senhora de Mim

Maria Teresa Horta

Edições Dom Quixote

 

Em 1971, a coragem de duas mulheres, a poeta Maria Teresa Horta e a sua editora Snu Abecassis, que na editora Dom Quixote se propunha dar voz aos novos poetas nos “Cadernos de Poesia”, dava água pela barba ao másculo regime. Nada ficou como dantes, depois da saída do número 18 dos cadernos.

 

Em “Minha Senhora de mim”, havia um grito livre, “recusando o que é desfeito/no interior do meu peito.” O que se segue é triste e contradiz qualquer ilusão que restasse da denominada primavera marcelista. A PIDE apreende toda a edição do livro em armazém e nas livrarias. Snu Abecassis é ameaçada com o fecho da editora, se voltar a publicar qualquer outro livro de Maria Teresa Horta.

 

Conta a autora que Snu Abecassis terá perguntado se a proibição era extensível a qualquer outro livro dela e que lhe terá sido dito em tom sarcástico por César Moreira Baptista, à altura subsecretário da Presidência do Conselho, “História da Carochinha, Maria Teresa Horta. Proibido. Editora fechada.”

 

Para assinalar os seus cinquenta anos, a Dom Quixote faz regressar ao seu catálogo uma obra seminal na literatura erótica feminina de quem, desde aí, tantos espíritos desassossegou e tantos fantasmas agitou, apenas porque, entre muitas outras verdades feitas palavra singular, sinceramente confessa que “desperta a causa/ e desperta a língua/ a procurar o meu prazer/ na ferida”.

 

Maria Teresa Horta estará presente na Feira do Livro de Lisboa, para uma sessão de autógrafos, na tarde de 7 de Junho.

 

Comentários

Deixe um comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com