Já começaram os trabalhos de reparação da fachada vandalizada da Igreja do Loreto

ACTUALIDADE
Samuel Alemão

Texto

CULTURA

VIDA NA CIDADE

Santa Maria Maior

27 Novembro, 2017

Os trabalhos de preparação para a reparação da vandalizada fachada da Igreja de Nossa Senhora do Loreto, no Chiado, começaram nesta segunda-feira (27 de novembro), com a colocação de uma estrutura de andaime. A operação inicia-se pouco mais de uma semana após aquela parte da parede exterior do templo, sobre o lado direito das escadarias principais, ter sofrido os efeitos de um fogo posto, que a deixou danificada, com a pedra a ficar enegrecida. A acção de depredação naquela que é conhecida também como Igreja dos Italianos ocorreu cerca das 4h da madrugada de domingo (19 de novembro), em simultâneo com outros actos vandálicos na zona, estando as autoridades policiais a investigar o caso.

A intervenção de reabilitação daquela parte da fachada da Igreja do Loreto acontece no mesmo momento em que se encontram perto do fim os trabalhos de restauro do interior do templo, culminando uma obra de requalificação iniciada há sete meses. A igreja foi mandado erguer em 1518, para servir a então crescente comunidade italiana de Lisboa, e inaugurada quatro anos depois. O edifício original foi destruído pelas chamas de um incêndio resultante do grande terramoto de 1755, tendo acabado por ser reconstruído três décadas depois. Na semana passada, uma fonte da paróquia lembrava a O Corvo o “esforço financeiro muito grande” relacionado com a operação de reabilitação patrimonial realizada nos últimos meses. A última intervenção de fundo ocorrera no início do século XIX.

MAIS
ACTUALIDADE

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Send this to a friend