corvo_feira_livro2

 

O escritor Mário de Carvalho explicou na sua página do Facebook porque é que, para si, a Feira do Livro de Lisboa, no Parque Eduardo VII, é um lugar especial ao qual gosta de voltar todos os anos.

 

Texto: Rui Lagartinho     Fotografia: Paula Ferreira     Ilustração: Sofia Morais

 

“Gosto mesmo da Feira do Livro. Penso que não há em lugar nenhum mostra de livros tão colorida, luminosa, movimentada e prazenteira. Há cães, crianças, passeantes de Domingo, gelados e farturas. Árvores, relva, pássaros, melros. Encontram-se amigos, visitam-se confrades, ouvem-se os leitores, dois dedos de conversa. Bonomia e sorrisos. Aquilo é democrático. O melhor escritor do mundo cruza-se fraternalmente com o autor cabeleireiro, sacerdote, capelista ou locutor. E o rio ao fundo e o magnífico céu de Lisboa.

 

Não sou de multidões e corrupios. Tive a minha dose e não foi pequena. Mas aqui parece-me haver espontaneidade, alegria, gosto da descoberta e da surpresa. Não a troco por outras Feiras que a vida me fez conhecer. Qual Salon du Livre, qual Barcelona, qual Turim… O meu medo é que queiram enclausurá-la, transformando-a num monte de gente empilhada, livros empilhados, modelo Estação do Oriente.

 

Quanto aos inconvenientes, com a excepção da chuva que deus dá, nada que não possa ser melhorado. Mesmo a rampa do lado de lá é compensada com a descida do lado de cá”.

 

Mário de Carvalho é publicado pela Porto Editora. O seu novo livro “Novelas Extravagantes” é publicado no próximo dia 4 de Junho.

 

image56

 

 

Comentários

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com