A Colina de Santana continua a ser o território escolhido para mais uma edição do Festival Todos-Caminhada de Culturas, cuja sexta edição decorre entre os dias 8 (quinta-feira) e 11 (domingo) de setembro. É assim desde o ano passado. E se o Campo dos Mártires da Pátria se mantém como epicentro das muitas actividades desta festa dedicada ao diálogo intercultural através da criação contemporânea, e que tem como lema “viajar pelo mundo ser sair de Lisboa”, a edição de 2016 convida o público a conhecer o Jardim do Torel, “um lugar de serena observação sobre a cidade e o mundo, ideal para namorar ideias, abraçar pessoas e causas, escutar os outros” e descer ao encontro da Avenida da Liberdade, diz a organização, dividida entre a Academia dos Produtores Culturais e a Câmara Municipal de Lisboa.

 

Como nas edições anteriores, o Festival Todos congrega um leque alargado de actividades (dança, teatro, fotografia, visitas, música, performance, novo circo e sabores) e de artistas provenientes de países tão díspares como Argentina, Brasil, Mongólia, Itália, Angola, França, Espanha, Marrocos, Bulgária ou Bélgica, entre outros. “Promovendo um programa artístico, poético e acolhedor, familiar e festivo, com surpresas vindas de outras latitudes, desejamos inspirar um pensamento sobre os vizinhos de cá e de lá, procurando atrair novas pessoas para o bairro, abrindo-o a um mundo de mundos”, postulam os organizadores do festival que terá como cenário as praças, jardins, igrejas, palácios, hospitais, galerias, ginásios e armazéns da Colina de Santana.

 

Mais informações e programa completo: www.festivaltodos.com

 

Texto: Samuel Alemão

 

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com