CULTURA

Museu dos Descobrimentos em Lisboa deverá ter um núcleo dedicado à escravatura, diz assembleia municipal

Museu dos Descobrimentos em Lisboa deverá ter um núcleo dedicado à escravatura, diz assembleia municipal

A Assembleia Municipal de Lisboa (AML) defende que a criação de um Museu dos Descobrimentos na capital portuguesa deverá ser garantida através de uma estrutura com vários pólos, relevando os aspectos “mais ou menos positivos” daquele momento histórico. O que pressupõe também “um núcleo dedicado à temática da escravatura”. Uma recomendação surgida na sequência da discussão da petição “Lisboa precisa de um Museu dos Descobrimentos, da expansão e da Portugalidade” ...
/

Cultura

CULTURA

Museu dos Descobrimentos em Lisboa deverá ter um núcleo dedicado à escravatura, diz assembleia municipal

Museu dos Descobrimentos em Lisboa deverá ter um núcleo dedicado à escravatura, diz assembleia municipal

A Assembleia Municipal de Lisboa (AML) defende que a criação de um Museu dos Descobrimentos na capital portuguesa deverá ser garantida através de uma estrutura com vários pólos, relevando os aspectos “mais ou menos positivos” daquele momento histórico. O que pressupõe também “um núcleo dedicado à temática da escravatura”. Uma recomendação surgida na sequência da discussão da petição “Lisboa precisa de um Museu dos Descobrimentos, da expansão e da Portugalidade” ...
/
Apesar do anunciado fecho, Livraria Ulmeiro deverá mesmo manter-se aberta e até planeia publicar livros

Apesar do anunciado fecho, Livraria Ulmeiro deverá mesmo manter-se aberta e até planeia publicar livros

“Vamos esgotar todas as possibilidades para ficar aqui. E é muito provável que tal venha a acontecer, estamos a tratar disso”, assegura a O Corvo o homem que, com uma persistência quixotesca, e a ajuda permanente da mulher Lúcia Ribeiro, 74, mantém, há quase meio-século, no número 13A da Avenida do Uruguai, as portas abertas desta espécie de arca transbordante de livros. O gato Salvador pode dormir descansado entre as pilhas de papel ...
/
Livro com ilustrações de "urban sketchers" revela o interior das lojas históricas de Lisboa

Livro com ilustrações de “urban sketchers” revela o interior das lojas históricas de Lisboa

Alguns são centenários. Quando se abre a porta de um dos emblemáticos estabelecimentos comerciais desta cidade, há fantasmas que reclamam a nossa atenção. O livro as Lojas Históricas de Lisboa, com textos de Miguel de Sepúlveda Velloso e Paulo Ferrero, e ilustrações dos Urban Sketchers Portugal, que havia sido concebido em 2017, foi lançado este ano, após a realização de uma campanha de crowdfunding. Folhear estas páginas é entrar na alma de algumas das casas comerciais mais emblemáticas da capital ...
/
Na nova sede da Guilherme Cossoul, junto à Rua de São Bento, já se ouve poesia e preparam-se serões de música

Na nova sede da Guilherme Cossoul, junto à Rua de São Bento, já se ouve poesia e preparam-se serões de música

A Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul mudou-se das instalações antigas, na Madragoa, freguesia da Estrela, onde estava há 70 anos, para a zona de São Bento, na freguesia da Misericórdia. Na nova sede, as salas não têm mais de dez metros quadrados e muito do espólio da instituição centenária ainda está guardado em caixas, mas as noites de quizz e os serões de literatura já arrancaram. É possível visitar o bar, a galeria e a livraria e, até ao final do ano, serão conhecidas as datas dos cursos de literatura portuguesa e de teatro. ...
/
“Sou um bomber, quero espalhar o meu nome”, diz Geco, o homem que reveste Lisboa de tags e graffitis

“Sou um bomber, quero espalhar o meu nome”, diz Geco, o homem que reveste Lisboa de tags e graffitis

O Corvo entrevistou Geco (nome artístico), graffiter italiano de 27 anos a viver em Lisboa há um ano e meio. Tem coberto a cidade de tags e autocolantes que não passam despercebidos. Ambiciona ser conhecido permanecendo no anonimato e fala sobre a relação que tem com o graffiti e a cidade. O seu objetivo? “Estar em tantos lugares que seja impossível não se lembrarem do meu nome” ...
/
Cidadãos querem salvar da demolição antigo Cinema Paris contra “febre da especulação imobiliária”

Cidadãos querem salvar da demolição antigo Cinema Paris contra “febre da especulação imobiliária”

Um grupo de cidadãos lançou, no passado fim-de-semana, uma petição pública apelando à suspensão da demolição do antigo Cinema Paris, anunciada pela Câmara Municipal de Lisboa (CML), no início de Junho. Isto apesar de Manuel Salgado ter declarado, em Junho, que "do ponto de vista arquitectónico não é propriamente um edifício com grande valor” ...
/
"Afirma Pereira" – Obra-prima de Antonio Tabucchi adaptada para BD

“Afirma Pereira” – Obra-prima de Antonio Tabucchi adaptada para BD

Um dos grandes livros sobre a Ditadura de Salazar, que é, simultaneamente, uma reflexão sobre a relação entre o homem e o seu meio. "Afirma Pereira", obra-prima de Antonio Tabucchi, é agora adaptada a BD, pela mão de Pierre-Henry Gomont ...
/
Indiferentes ao consentimento, graffiters continuam a exprimir-se nas paredes de Lisboa

Indiferentes ao consentimento, graffiters continuam a exprimir-se nas paredes de Lisboa

O espaço público está repleto das assinaturas de quem os pinta. Prix, Hiver e Guru (nomes artísticos) falaram com O Corvo para explicar o que os leva a moverem-se por Lisboa, deixando a sua marca nas paredes e mobiliário urbano. Mas também há quem tenha preocupações com o pré-existente. “Os azulejos não devem ser cobertos com graffiti, porque quando uma coisa já é bela não precisas de embelezá-la mais”, diz um dos artistas ...
/
Loading...

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com