Castelo de São Jorge com entrada gratuita para todos aos domingos e aos feriados  

DICAS
Samuel Alemão

Texto

CULTURA

Santa Maria Maior

3 Agosto, 2017

Será o fim, embora de forma bastante parcial, de um critério que muitos consideram discriminatório para os não residentes na capital. O Castelo de São Jorge e os restantes equipamentos culturais geridos pelo município de Lisboa passam a ser de acesso gratuito para toda a gente, aos domingos e aos feriados. Tenham ou não as pessoas a sua morada registada na cidade. A alteração foi confirmada, através de uma moção apresentada pelos vereadores do PCP e aprovada por unanimidade, na última reunião de executivo camarário antes das férias, a 28 de julho.

ocorvo_03_08_2017

A mudança, que incluirá espaços tão importantes como o Padrão dos Descobrimentos ou os diversos núcleos do Museu de Lisboa, até já estará a ser aplicada no castelo, há algumas semanas. Sobre a mudança subsiste, porém, a dúvida se se aplica a todo o dia ou apenas à parte da manhã. “Temos que clarificar isso. O nosso entendimento é de que é o dia todo”, diz a O Corvo o vereador comunista João Ferreira, admitindo a indefinição.

A proposta de moção assinada por Ferreira e pelo colega João Bernardino, e votada de forma favorável pelos vereadores das restantes forças políticas, acaba ela mesma por dar azo a dúvidas. Intitulada “Permitir a entrada gratuita aos domingos e feriados de manhã no Castelo de São Jorge”, está redigida de modo a oferecer-se à interpretação de que a gratuitidade de acesso terá um âmbito mais lato. Nela se recorda que, desde 2 de julho último, e fruto de uma proposta do PCP de alteração da lei do Orçamento de Estado para 2017, passou a ser gratuita a entrada em museus e monumentos nacionais, até às 14h de domingos e feriados, para todos os cidadãos residentes em território nacional. E delibera-se que a Câmara de Lisboa aja “em conformidade com o que foi aprovado na Assembleia da República” e se tomem as medidas necessárias “para clarificar e divulgar junto do grande público em geral a gratituidade das entradas ao domingo e feriados no Castelo de São Jorge e restantes equipamentos culturais municipais”. Foi isto o votado.

A proposta dos dois vereadores do PCP havia originalmente sido apresentada dois dias antes, na reunião camarária de 26 de julho – aberta ao público, como sucede na última semana de cada mês. Mas a sua discussão e votação acabou por ser adiada para a reunião extraordinária realizada a 28 de julho. Na primeira dessas reuniões, e quando o vereador João Bernardino (PCP) avançou com a proposta de moção, a vereadora com o pelouro da cultura, Catarina Vaz Pinto, fez-lhe notar que o acesso ao castelo aos domingos de manhã já seria gratuito – sendo-o o dia todo para os residentes em Lisboa. O Corvo questionou, na tarde desta terça-feira (2 de agosto), a CML sobre esta matéria, mas foi remtido para EGEAC, empresa municipal de gestão de equipamentos e actividades culturais. As perguntas endereçadas a esta entidade foram as seguintes: “Quando poderá essa medida entrar em vigor? As entradas serão gratuitas durante todo o domingo ou apenas na manhã desse dia?”. As resposta às mesmas não chegaram, contudo, até à publicação deste artigo.


MAIS DICAS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Send this to a friend