Câmara de Lisboa lança “operações Blitz” de fiscalização da higiene urbana

ACTUALIDADE
Samuel Alemão

Texto

VIDA NA CIDADE

Ajuda

19 Janeiro, 2015


A freguesia da Ajuda será, nesta terça-feira (20 de Janeiro), a primeira da cidade de Lisboa sujeita a um novo género de acções musculadas de fiscalização  do cumprimento das regras da higiene urbana. A operação, denominada pela própria Câmara Municipal de Lisboa (CML) como “Blitz de fiscalização da higiene urbana”, decorrerá, entre as 8h e as 13h, numa série de locais da freguesia: Largo da Boa Hora, Travessa da Boa Hora, Rua do Guarda Joias, Calçada da Memória e Rua Alfredo Silva. Ao longo do ano, todas as 24 freguesias da capital serão abrangidas por este tipo de actuação, anuncia a autarquia.

O dispositivo operacional será constituído por efetivos da Polícia Municipal e do Núcleo de Fiscalização do Departamento de Higiene Urbana da CML e contará com a participação dos vereadores Duarte Cordeiro e Carlos Castro e o presidente da junta local, a partir das 9h, no Largo da Boa Hora. “Com estas iniciativas, a autarquia pretende alertar os munícipes para a acção quotidiana de fiscalização na área dos resíduos e demonstrar a importância do cumprimento das regras estabelecidas na sua deposição”, explica a autarquia em comunicado, no qual se garante que a CML irá, ao longo do ano, informar antecipadamente a população e a comunicação social deste género de acções.

MAIS ACTUALIDADE

COMENTÁRIOS

  • Catarina Morais
    Responder

    Contratem os trabalhadores necessários! Aqueles que passaram para as freguesias e que agora fazem falta à recolha do lixo. A câmara PS/Costa está fazer um péssimo trabalho. As crianças dizem que temos uma cidade suja e suja a culpa é das pessoas que mandam lixo para o chão. Há muitas que fazem isso mas a causa fundamental é a falta de trabalhadores na recolha.

  • João Tabarra
    Responder

    A CML é uma grande porca nas suas responsabilidades neste campo…. agora vem com operações Blitz… parvos da treta…

  • Elisabete Gama
    Responder

    CMl- pimeiro descompromete-se das responsabilidades para com a limpeza urbana e depois cria penalizações!

  • Marina Vicente Cruz
    Responder

    Faltam rec

  • Marina Vicente Cruz
    Responder

    Faltam contentores para recolher lixo separado e não só. Ás vezes, os contentores estão muito longe e é dificil colocar lá lixo, sobretudo pessoas idosas. Claro, nas freguesias onde não há recolha porta a porta e eu vivo numa dessas freguesias.

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Send this to a friend