Quem passeia pelo Paço da Rainha já deve ter dado por falta do busto da patrona do local, onde agora resta apenas a peanha em que a escultura assentava. O Corvo foi tentar saber onde está o busto da rainha.

 

Texto: Rui Lagartinho

 

No final da semana passada, o busto de Catarina de Bragança foi vandalizado por indivíduos não identificados, que fugiram antes da chegada da polícia. A Academia Militar, que ocupa o palácio da Bemposta – um vasto edifício que domina a zona -, optou por retirar a estátua para avaliar os estragos e promover a sua recuperação. O capitão Ferreira, da Academia Militar, garantiu ao Corvo que, “em breve, a situação estará resolvida, porque o público já não prescinde da estátua como parte da identidade da zona.”

Agora, segundo a mesma fonte, “ficam ainda mais evidentes as fragilidades da zona em termos de vigilância. A própria entrada da igreja da Bemposta, parte integrante do edifício da Academia, foi recentemente vandalizada com graffitis.

Filha de João IV, Catarina casou com o rei Carlos II de Inglaterra, em cuja corte introduziu o famoso ritual do chá das cinco. A sua biografia é sempre dada como exemplo das boas relações históricas entre Portugal e Inglaterra, desde o século XVII.

Catarina acabou os seus dias neste descampado fora das portas da cidade e que moldou com o seu séquito e a sua influência.

Foi por isso que, em 2002 – e como forma de assinalar o jubileu da Rainha Isabel II -, a British Historical Society of Portugal promoveu uma homenagem à rainha, através da criação de um busto em bronze, da autoria do escultor Tim Fargher.

O Paço da Rainha é uma alameda frondosa, um passeio aprazível de ligação entre o Palácio Pombeiro, embaixada de Itália, e o Campo dos Mártires da Pátria. Um local nobre em termos de património histórico edificado, mas muito pouco habitado.

 

  • Xana Fidalgo
    Responder

    Passo lá com frequência. Uma zona mto bonita da cidade. Devem ter sido uns anormais.

  • Catarina Queiroga Abrantes
    Responder

    Maria João Pinto

  • Manuel San Payo
    Responder

    Busto de Catarina de Bragança retirado depois de ter sido vandalizado http://t.co/uK4sotMYGC

  • Ana Pereirinha
    Responder

    Busto de Catarina de Bragança retirado depois de ter sido vandalizado http://t.co/0uCoGrpyRN

  • Hugo Silva Pereira
    Responder

    Em frente a um quartel e com uma embaixada a alguns metros??? Que grande vigilancia!

  • Luís Brântuas
    Responder

    :

  • Zeni Ventura
    Responder

    Pena.

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com