Será mais um acto simbólico a funcionar como marcador de posição para um eventual reconhecimento posterior. A Câmara Municipal de Lisboa (CML) discute, nesta quarta-feira (13 de janeiro), uma proposta de candidatura de um conjunto de elementos da sua herança histórica a Património Mundial da Unesco – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. No documento subscrito pelos vereadores Manuel Salgado (Urbanismo e Reabilitação Urbana) e Catarina Vaz Pinto (Cultura) arrola-se um conjunto tão vasto e consensual quanto é possível de bens arquitectónicos, no qual se incluem diversos bairros históricos da cidade, uma parte central da sua frente ribeirinha e os seus principais miradouros. “Lisboa Histórica, Cidade Global”, assim se chama a candidatura, tem como linha unificadora o legado dos “Descobrimentos do século XV” e do Terramoto de 1755.

 

Estes foram, segundo o texto que sustenta a proposta, “momentos em que a cidade se atualizou, adotando correntes de pensamento inovadoras”. O conjunto inclui o território envolvido pela Cerca Fernandina, os núcleos de Santa Clara, São Vicente e Mouraria, os colégios jesuítas de Santo Antão-o-Novo e o Noviciado da Cotovia – “enquanto locais de ensino de matérias científicas que constituíram grande contributo para a navegação” -, o Bairro Alto e o Mocambo, na Madragoa – “enquanto bairros gerados na sequência dos Descobrimentos” -, a Frente Ribeirinha entre o Cais do Sodré e Santa Apolónia e ainda os miradouros de Santa Catarina, São Pedro d’Alcântara, Castelo de São Jorge, Graça, Campo de Santa Clara, Portas do Sol e Santa Luzia.

 

“A cidade medieval cresceu até ao rio e transformou-se na cidade global que mais tarde se soube reconstruir como cidade iluminista. Desta evolução, em constante adaptação a um relevo complexo e afeiçoando-se à pré-existência, resulta a Lisboa Histórica, singular entrelaçado de tecidos urbanos, testemunho de uma história milenar de intercâmbio de culturas, povos e religiões”, explica-se na proposta de inscrição do bem “Lisboa Histórica, Cidade Global” na lista indicativa nacional do Património Mundial da Unesco, que agora está a ser revista – uma obrigatoriedade a cada dez anos. O que isto significa é que o património histórico da capital portuguesa estará, a partir deste momento, na linha de espera para um eventual reconhecimento como património mundial, à imagem do que sucede, por exemplo, com Évora, Angra do Heroísmo ou a zona ribeirinha do Porto.

 

Texto: Samuel Alemão

 

  • Tuga News
    Responder

    [O Corvo] Bairros, miradouros e frente ribeirinha de Lisboa candidatos a património mundial https://t.co/NYVf3AlGmJ #lisboa

  • Antonio C Canova
    Responder

    RT @tuga_news: [O Corvo] Bairros, miradouros e frente ribeirinha de Lisboa candidatos a património mundial https://t.co/NYVf3AlGmJ #lisboa

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com