Os moradores da zona de Entrecampos e todos os que têm de atravessar a via férrea, subindo e descendo as escadas de acesso à passagem pedonal, terão, em breve, a vida facilitada, com a entrada em funcionamento de dois elevadores que foram ali instalados pela EMEL.

 

Terça-feira (26 de Janeiro), a fiscalização da obra ainda pediu algumas pequenas intervenções e os trabalhadores davam os últimos retoques nos elevadores, que a população local aguarda que comecem a operar. “Agora, a entrada em funcionamento depende apenas de uma decisão da EMEL”, disse ao Corvo um elemento da fiscalização.

 

A importância deste novo acesso, em particular para as pessoas mais velhas ali residentes e para as que têm dificuldades de locomoção, é destacada ao Corvo por um casal de moradores da zona de Entrecampos. “Esperamos que os elevadores comecem a funcionar rapidamente, porque fazem mesmo falta. Sobretudo para as pessoas que já têm problemas em subir escadas”, diz um dos moradores.

 

Teme, porém, que o benefício seja de curta duração. “Aqui já houve elevadores, mas nunca chegaram sequer a funcionar e, ao fim de algum tempo, foram vandalizados. Estes elevadores novos já aí estão há umas semanas e até já têm grafittis. Mas seria bom que começassem a funcionar rapidamente, antes que sejam também vandalizados”, disse o mesmo morador.

 

2016-01-26 14.26.57

 

O Corvo tentou apurar junto da EMEL, a empresa responsável por esta obra que pretende contribuir para uma melhoria da mobilidade na zona, quais os custos desta empreitada e qual a data prevista para a entrada em funcionamento dos elevadores, que foram já certificados e fiscalizados. Mas o assessor de comunicação da EMEL, Diogo Homem, não soube precisar nem os custos, nem a data de inauguração.

 

Texto: Fernanda Ribeiro

 

Comentários

Deixe um comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com