Depois da Colina de Santana, chegou a vez dos transportes. A Assembleia Municipal de Lisboa inicia hoje um ciclo de debates subordinado ao tema dos transportes públicos na cidade. Desta terça-feira, 20 de Maio, até 24 de Junho, em quatro sessões (sempre às 18 horas) correspondentes a linhas gerais temáticas, discutir-se-á tudo o que fôr possível sobre um dos maiores problemas e desafios políticos da capital. “Os transportes que temos e como funcionam” constitui-se como tema do debate inaugural – que chegou a estar agendado para dia 13 -, a ser moderado pela presidente da Assembleia, Helena Roseta, e, tal como os restantes, aberto à participação dos cidadãos.

Nesta primeira parte do fórum sobre transportes, o painel será formado por cinco membros: Germano Martins, presidente do Conselho Executivo da Autoridade Metropolitana de Transportes de Lisboa (AMTL); Vasco Colaço, presidente da DECO – Associação de Defesa do Consumidor; Sérgio Monte, presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes (SITRA) e membro do Secretariado Executivo da UGT; José Manuel Oliveira, coordenador da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS) e membro da Comissão Executiva do Conselho Nacional da CGTP; e Carlos Carvalho, engenheiro, especialista em transportes e membro do Conselho Geral da EMEL.

A segunda sessão realizar-se-á a 27 de Maio, sob o título “O sistema de mobilidade urbana na AML: quem faz o quê e quem paga”. A 3 de Junho será a vez de se debater a “Organização e financiamento do serviço de transportes colectivos em áreas metropolitanas”. No derradeiro debate, a 24 de Junho, haverá troca de ideias sobre “A experiência europeia e os desafios para Lisboa”. Todos os debates – que terão apresentações pelo painel com duração entre 45 minutos e uma hora, igual tempo dedicado à participação do público e ainda meia-hora para o encerramento pela mesa – serão moderados por deputados municipais. Cada debate terá um relatório redigido por dois deputados. O relatório final incluirá os relatórios de todas as sessões e a proposta de deliberação final a submeter à apreciação da Assembleia Municipal.

 

Mais informações: debaterlisboa.am-lisboa.pt

Texto: Samuel Alemão

Comentários
  • Julia Rocha
    Responder

    Por favor, não esqueçam a quarta carruagem para linha verde!….

Deixe um comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com