A narrar é que a gente se entende. Entre esta quinta-feira e sábado, Alfama e a aldeia de Pereiro da Palhacana, em Alenquer, serão os palcos da quarta edição da Contemfesta, festa de contos e contadores que tem como tema as relações entre o ser humano e o ambiente. Reunindo estórias que foram recolhidas em comunidades rurais e urbanas de vários países da Europa, no âmbito do projecto europeu “Seeing Stories – Recovering Landscape Narrative in Urban and Rural Europe“, a edição deste ano reunirá, além de portugueses, participantes vindos de Itália, Alemanha e Escócia. Durante três dias, a tradição oral será celebrada. A parte que interessa a Lisboa decorre nos dois primeiros dias – continuando depois a festa em Pereiro da Palhacana -, misturando uma parte académica e outra de celebração popular.

O ponto alto desta última acontecerá na manhã de sexta-feira, com a realização de “um percurso contado a partir de narrativas orais e escritas que levantam o véu de uma Lisboa mítica, uma cidade de encontro de comunidades onde imaginários distintos convivem e se contaminam”. O percurso narrado pelas ruas de Alfama terá início às 11h, com ponto de encontro junto ao quiosque do Largo das Portas do Sol. Serão três os narradores ( Ana Sofia Paiva, Carlos Marques e Luís Correia Carmelo), durante o par de horas do trajecto. Mas o final de tarde de quinta-feira (17h30), no Museu do Fado, será também de muito interesse, já que aí se reunirão os narradores dos quatro países numa “Roda de Histórias”, oferecendo a todos as baladas de Edinburgo, os romances de Florença, as lendas de Aachen (também conhecido como Aquisgrano), os contos de Portugal, numa sessão multilingue em que o inglês será a língua franca.

 

Mais informações:

http://memoriamedia.net/index.php/programa-contemfesta-2014

 

Texto: Samuel Alemão

Deixe um comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografías 

Paula Ferreira
Fotografía

Margarita Cardoso de Meneses
Dep. comercial e produção

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com