Átrio norte da estação de metro do Areeiro está fechado há cinco anos e não se sabe quando reabrirá

Átrio norte da estação de metro do Areeiro está fechado há cinco anos e não se sabe quando reabrirá

No passado dia 9 de Janeiro, o ministro do Ambiente garantiu que o concurso público, para a conclusão da empreitada, será lançado ainda este mês. A empresa de transportes tem, porém, uma versão algo diferente. A O Corvo, o Metro diz estar a aguardar pela portaria de extensão de encargos para lançar um novo concurso, o que só deverá acontecer no primeiro trimestre deste ano. E não avança nenhuma data para a reabertura do átrio norte.
/

Há juntas de Lisboa que dizem não ter meios para fiscalizar novas regras e multar quem atira lixo para o chão

Há juntas de Lisboa que dizem não ter meios para fiscalizar novas regras e multar quem atira lixo para o chão

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) vai transferir 10 milhões de euros para as juntas de freguesia reforçarem os serviços de limpeza. A distribuição das verbas será feita em função da pressão turística de cada zona, mas algumas autarquias consideram o critério insuficiente e injusto. A cobrança de multas, nova competência das juntas, é, porém, a novidade menos consensual. Diversos autarcas dizem não ter forma de aplicar a medida.
/
Obras do metro e à superfície na Praça do Chile só terminarão em 2021 e, por isso, comerciantes da zona desesperam

Obras do metro e à superfície na Praça do Chile só terminarão em 2021 e, por isso, comerciantes da zona desesperam

Os lojistas, prejudicados pelo atraso das obras da estação de metro de Arroios, estão muito apreensivos com o futuro dos seus negócios. A preocupação agravou-se, na semana passada, quando souberam que o Metro de Lisboa rescindiu o contrato com o empreiteiro responsável pela obra. Exigem, por isso, ser reembolsados pelos danos causados.
/

Arroios e Estrela serão as próximas zonas a beneficiar de casas municipais para famílias em risco de despejo

Arroios e Estrela serão as próximas zonas a beneficiar de casas municipais para famílias em risco de despejo

O programa Habitar o Centro Histórico, que durante 2018 atribuiu uma centena de apartamentos do património municipal a residentes, há mais de cinco anos, em quatro freguesias do coração da capital (Santa Maria Maior, Santo António, São Vicente e Misericórdia), que se encontravam em risco comprovado de despejo, terá uma nova edição em breve. E desta vez será alargada às freguesias da Estrela e de Arroios, garantiu Paula Marques, vereadora da Habitação.
/
Sede do Unidos da Glória, comprada por imobiliária “fantasma”, pode fechar e deixar idosos sem local de convívio

Sede do Unidos da Glória, comprada por imobiliária “fantasma”, pode fechar e deixar idosos sem local de convívio

O Clube Futebol Unidos da Glória poderá ter de abandonar, nos próximos meses, a sede onde está há mais de 40 anos. O imóvel foi vendido a uma imobiliária, com actividades ligadas ao alojamento local, e os inquilinos foram informados, por carta, de que apenas passariam a fazer o pagamento para outra conta bancária. Se soubessem que o prédio ia ser adquirido, garantem, teriam exercido o direito de preferência. O presidente da Junta de Freguesia de Santo António lamenta a situação, mas diz que não pode fazer nada para ajudar.
/

Ambiente. Em destaque

Mobilidade. Em destaque

Urbanismo. Em destaque

Vida na Cidade. Em destaque

Portfólio.  Muitas vezes, o que se passa na cidade pode ser melhor descrito em fotografias. Ei-las

Portfólio

O fantástico Observatório Astronómico de Lisboa abre as portas à curiosidade de todos, às quartas-feiras

O fantástico Observatório Astronómico de Lisboa abre as portas à curiosidade de todos, às quartas-feiras

“Esta é a nossa jóia da coroa”, diz Paula Santos, geofísica e curadora do Observatório Astronómico da Ajuda, ao entrar na sala do “círculo meridiano”. Era com este telescópio que trabalhava César Campos Rodrigues (1836-1919), oficial da marinha e engenheiro hidrógrafo convertido em astrónomo, na viragem do século XIX para o XX. Isto e muito mais pode ser agora visto nas visitas guiadas que se realizam às quartas-feiras ...

Galeria de Vídeos. 

O Corvo nasce da constatação de que cada vez se produz menos noticiário local. A crise da imprensa tem a ver com esse afastamento dos media relativamente às questões da cidadania quotidiana.

O Corvo pratica jornalismo independente e desvinculado de interesses particulares, sejam eles políticos, religiosos, comerciais ou de qualquer outro género.

Em paralelo, se as tecnologias cada vez mais o permitem, cada vez menos os cidadãos são chamados a pronunciar-se e a intervir na resolução dos problemas que enfrentam.

Gostaríamos de contar com a participação, o apoio e a crítica dos lisboetas que não se sentem indiferentes ao destino da sua cidade.

Samuel Alemão
s.alemao@ocorvo.pt
Director editorial e redacção

Daniel Toledo Monsonís
d.toledo@ocorvo.pt
Director executivo

Sofia Cristino
Redacção

Mário Cameira
Infografias & Fotografia

Paula Ferreira
Fotografía

Catarina Lente
Dep. gráfico & website

Lucas Muller
Redes e análises

ERC: 126586
(Entidade Reguladora Para a Comunicação Social)

O Corvinho do Sítio de Lisboa, Lda
NIF: 514555475
Rua do Loreto, 13, 1º Dto. Lisboa
infocorvo@gmail.com

Fala conosco!

Faça aqui a sua pesquisa

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com