Assembleia Municipal debate impacto das migrações na demografia de Lisboa

por • 27 Janeiro, 2015 • Actualidade, Segunda ChamadaComentários (1)1239

Quais são os números exactos de imigrantes e emigrantes da cidade de Lisboa? Que impacto estão os mesmos a provocar na demografia da capital? Estão a ser dadas respostas à altura sobre as questões da imigração? O que todos podemos ganhar com a nova dinâmica imigratória? Que visibilidade social tem os imigrantes no município? O que sabemos sobre a “nova emigração” portuguesa? Os fatores que impulsionam a “nova” emigração são meramente conjunturais? Estas e outras questões estarão no centro do ciclo de debates que a Assembleia Municipal de Lisboa (AML) se prepara para lançar.

 

No seguimento do interesse suscitado pelas discussões, ocorridas no ano passado, em torno da regeneração urbana da Colina de Santana e dos transportes públicos de Lisboa, o órgão autárquico liderado por Helena Roseta prepara-se para organizar o debate “Migrações e Demografia em Lisboa – Políticas e Prospetiva”, a decorrer em três sessões, entre 7 e 21 de Abril, no Fórum Lisboa, edifício que alberga a AML, à Avenida de Roma. Antes, o mesmo órgão levará a cabo, em quatro sessões a realizar entre 3 e 24 de Março, um debate temático sobre “Erradicação da Violência Contra as Mulheres”.

 

Ambas as propostas para a criação destes ciclos de discussão serão hoje (27 de Janeiro) apresentadas ao plenário da assembleia, que se reúne em sessão extraordinária. A proposta para a realização da discussão em torno das questões da imigração e da emigração foi apresentada pelos deputados municipais José Leitão (PS) e Miguel Graça (independente). Leitão desempenhou o cargo de Alto Comissário para a Imigração e Minorias Étnicas, entre 1996 e 2002, durante os governos liderados por António Guterres.

 

“Portugal é, na sua situação atual e em particular ao longo da última década, um país simultaneamente de imigração e de emigração, por isso este debate visa, de forma geral, o impacto, no concelho de Lisboa, tanto da entrada de cidadãos estrangeiros em Portugal, como da saída de cidadãos portugueses para um país estrangeiro”, diz um dos considerandos que justificam o lançamento do ciclo de debates, os quais deverão “incluir entre os convidados para os painéis especialistas na matéria e membros de organizações da sociedade civil que lidam com esta temática”. Em paralelo às sessões, o ciclo deverá contar com a projecção de um ou dos filmes sobre o assunto.

 

A discussão estará subordinada a três eixos definidores de cada um dos debates: “o que sabemos”; “o que pensamos” e “o que fazer”. Este último funcionará como uma espécie de corolário do debate e pretende, entre outras coisas, estabelecer “coerência e convergência na ação política entre imigração e emigração” e concretizar a “definição das prioridades para a intervenção em áreas específicas”. O impacto nos fluxos migratórios da crise económica sentida nos últimos anos estará no centro do debate.

 

Texto: Samuel Alemão

Pin It

Textos Relacionados

One Response to Assembleia Municipal debate impacto das migrações na demografia de Lisboa

  1. Tuga News Tuga News diz:

    [O Corvo] Assembleia Municipal debate impacto das migrações na demografia de Lisboa http://t.co/kLvys4YaYO