FernandoMedina PS TeresaLeal Coelho PSD RicardoRobles BE AssunçãoCristas CDS-PP JoãoFerreira CDU InêsSousa Real PAN
BE
Ricardo Robles

. Comercialização municipal de energia.
. Utilização de transportes públicos, com veículos de emissão zero ou com reduzidas emissões.
. Criação de zonas de baixas emissões em áreas urbanas sensíveis como escolas, hospitais e jardins para melhorar a qualidade do ar na cidade.
. Património municipal deve ser utilizado para a produção de energia elétrica, através de micro-geração fotovoltaica.
. Plano de substituição da iluminação pública para LED até ao final da década.
. Insistir na divulgação de campanhas pela reutilização e reciclagem.
. Diminuir o ruído.
. Melhorar os espaços verdes, criar espaços de convívio.



PS
Fernando Medina

. Cumprimento dos acordos internacionais em matéria de descarbonização da mobilidade.
. Até 2050, não deverão circular carros a combustão no centro da cidade (cumprir com o Acordo de Paris).
. Iniciar a aposta na energia solar para abastecimento do transporte público colectivo.
. Continuar e reforçar a aposta na utilização da bicicleta.
. Concretizar o Plano de Drenagem e de Reutilização de Água.
. Consolidar a Estrutura Ecológica da Cidade, com a construção de pelo menos mais 80 hectares de zonas verdes, a criação de mais 10 parques hortícolas e a plantação de mais 80 mil árvores, até 2021.



PSD
Teresa Leal Coelho

. Recolha de lixo efetuada 7 dias por semana e 365 dias por ano.
. Programas de eficiência energética e descarbonização da cidade, de gestão dos sistemas de rega e de gestão remota da recolha de resíduos urbanos.
. Um programa de apadrinhamento de espaços verdes por escolas, empresas e associações locais.
. A descanalização e reabertura da Ribeira de Alcântara.
. Fomentar a captação e retenção de águas pluviais e promover a sua utilização em rega de jardins, limpeza de ruas e pavimentos.
. Aumentar a capacidade de auto-produção de eletricidade em edifícios e equipamentos municipais.
. Alargar aos bairros históricos a recolha porta-a- porta de resíduos triados.
. Ações de sensibilização para a recolha dos dejetos dos animais de estimação.



PAN
Inês Sousa Real

. Realização de um Plano de Ação para a Mitigação e Adaptação às Alterações Climáticas.
. Plano para a existência de medidas naturais de retenção de água.
. Classificação do atual Parque Florestal de Monsanto como Área Protegida.
. Diminuir progressivamente o trânsito automóvel em Monsanto.
. Continuar a substituir gradualmente a iluminação pública e a semaforização por soluções mais eficientes.
. Promover o autoconsumo de energia elétrica através da instalação de energia renovável fotovoltaica nos edifícios onde funcionem serviços da autarquia.
. Produção local de energia renovável para autoconsumo (fotovoltaico e eólico) nos edifícios de habitação municipal.
. Incentivos para que os privados (empresas e particulares) adiram ao autoconsumo.
. Diminuir a frota de veículos da autarquia, promovendo a utilização dos transportes públicos junto do seus colaboradores e chefias.
. Criação de um corredor verde que ligue o Parque da Belavista ao Parque Oeste.
. Ligações verdes, por cima ou por baixo das infraestruturas rodoviárias.
. Aumentar as áreas de hortas na cidade.
. Criação do Ecoparque Lisboa Viva.



CDU
João Ferreira

. Desenvolvimento dos corredores verdes, com uma maior renaturalização dos espaços e ligações ecológicas efectivas, incluindo as linhas de água.
. Devolver à CML as suas devidas competências na manutenção dos espaços verdes através da reactivação da formação de jardineiros municipais;
. Actualizar e desenvolver o Plano de Ordenamento e Revitalização de Monsanto;
. Elaborar um plano de ordenamento e requalificação da Tapada das Necessidades.
. Instalar, nos contínuos verdes, percursos pedonais e vias cicláveis.
. Reabilitar os jardins e espaços verdes abandonados.
. Criar novas áreas verdes e dar prioridade à rearborização de alinhamento nas artérias da cidade.
. Criar novas hortas urbanas.
. Projectos de redução do ruído para as áreas críticas.
. Promover a recuperação dos logradouros.



CDS-PP
Assunção Cristas

. Investir na renovação da frota, privilegiando veículos a gás e elétricos, e na qualificação dos profissionais de higiene urbana.
. Aumentar a reciclagem de resíduos urbanos e a recolha seletiva.
. Implementar a “caução-copo” enquanto medida de combate ao desperdício de plástico e à insalubridade.
. Criar condições e mecanismos para o desenvolvimento da Economia Circular, integrando os sectores do ambiente, da energia, da mobilidade e da indústria transformadora.
. Rever o Plano Geral de Drenagem de Águas, através de soluções “leves” e combinadas com infraestruturas verdes, e incorporando uma visão integrada para o ciclo urbano da água.
. Aposta clara na eficiência hídrica nas residências dos lisboetas.
. Criação de uma “Bolsa Verde”, enquanto mecanismo de promoção da eficiência energética e hídrica.
. Promoção de sistemas de sombreamento baseado em árvores.
. Massificação da utilização de painéis solares para aquecimento de água e ar, e de soluções de autoconsumo de energia elétrica.
. Investimento na renovação e descarbonização da frota de veículos da CML.
. Adoção de “telhados verdes”, de jardins verticais em fachadas e varandas e terraços de edifícios da CML.